quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Semana de Reflexão para o dia dos Pais

          Em comemoração ao dia dos pais no próximo domingo, dia 08/08, a Paróquia reuniu novos pais e pais de longas datas para uma noite de reflexão e troca de experiências. A reunião acontecida no dia 03/08 contou com a presença de 27 pais que discutiram diversos pontos negativos e positivos na educação de seus filhos, como veremos abaixo:

          A educação recebida pelos pais, quando ainda criança, era muito rígida, os castigos eram severos, às vezes até com violência. Houve um momento de transição pois, o que estava certo ontem não está mais hoje Muitos pais resolveram não educar da mesma maneira, mas caíram num erro: não dosaram esta liberdade liberando demais ficando sem limites.

          Outro ponto negativo é a imagem que a mídia faz da família para os jovens, destruindo valores essenciais, cristãos e éticos. Precisamos cuidar das informações que chegam a nossos filhos, aproveitando a informação para mostrar o que é certo e o que é errado.

          Mais um ponto negativo nos dias de hoje são as muitas horas de trabalho que “roubam” o tempo com os filhos. Ao deparar com este problema, os pais procuram compensar, oferecendo valores materiais. Mas esta ausência deixa traumas que dificilmente são retirados. Para piorar, a educação é terceirizada ou seja, os filhos são criados por creches, babás e parentes fazendo com que a educação vá se perdendo, criando uma fuga de valores familiares e cristãos.

          Quando o homem descobre que Jesus é o centro de tudo, o foco muda e ele que se achava o dono da verdade, muda o seu ponto de vista:
mesmo chegando cansado do trabalho, se preocupa em saber como foi o dia dos filhos, dá atenção, marca sua presença brincando, fazendo companhia, buscando ser amigo de seu filho, chegando junto, conversando, dialogando, transmitindo amor através de gestos e palavras, zelando pelo filho e orando por ele, passando a levá-lo à Igreja, demonstrando sua fé com exemplos concretos e, a partir dessas atitudes passa a educar os seus filhos seguindo valores da fé cristã.



Afinal de contas, como foi dito na reunião:

Ser pai é uma vocação, vocação exige renúncia, sacrifício, dedicação em prol de seus filhos.

Terminada a reunião, ficou a vontade de se ter novas reuniões com os pais e que será feita em data a ser marcada.